Singral Cimeiro - Campelo (Figueiró dos Vinhos) - (Latitude 40.0408) (Longitude 8.23927) Altitude 673 Mts. -

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Os Rádio Amadores e o Singral há 30 anos atrás!

Amigos leitores, recebi por email estas maravilhosas fotos, onde se podem rever alguns colegas das lides radio-amadoras aqui no Singral ,suspeito saber quem mas enviou, mas acho que mereciam um comentário, assim, lanço o desafio para  todos aqueles que estão envolvidos nestas actividades testemunhadas nestas fotos,que façam o  favor de deixar um comentário para que esta publicação fique melhor condimentada!  Aguardamos todos pacientemente pelos vossos comentários ,e porque não organizar-mos um grande encontro novamente aqui, para encher de RF estas paragens?


Fica aqui reproduzido o texto que vinha a acompanhar as fotos:



"Olá a todos(as),

Quem se lembra deste acontecimento?
Já lá vão 30 anos!

Cumprimentos,
VH "









quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

1º Trilho dos Abutres...

 Numa das minhas deambulações pela W.W.W. encontrei referências ao Singral através destes corajosos "caminheiros" que até se vieram refrescar no "lavadouro" do Singral...só não percebo quem lhes disse que éramos reformados e seriam dois casais a habitar em permanência o lugar ...informação que não está correcta mas...pode ser que para a próxima possamos cavaquear um pouco,apareçam!

Fonte: http://www.omundodacorrida.com/phpBB2/showthread.php?6088-1%C2%BA-Trilhos-dos-Abutres-a-prova-que-d%C3%A1-2-pontos-para-o-UTSF&p=79085&viewfull=1#post79085
Já no concelho de Figueiró dos Vinhos Subimos uma subida muito inclinada até á aldeia do Singral, alguns populares davam-nos concelhos para irmos devagar e termos cuidado com o Coração...o calor já começava a fazer estragos nos andamentos..

Na aldeia do Singral uma das mais isoladas da serra da Lousã só existe dois casais...reformados, regressados de Lisboa..por aqui querem acabar os seus dias...evidente que a nossa chegada foi motivo de surpresa e origem para uma fraterna conversação...chegamos á conclusão que tínhamos amigos comuns.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

A Festa do Singral-2010

Estávamos a 25 de Julho do ano da graça de 2010 e decorria mais uma festa anual em honra do S.Tiago padroeiro deste simpático "lugarejo", torna-se difícil fazer um apontamento sobre este evento uma vez que é relativamente igual todos os anos, com as diferenças próprias do estilo das pessoas que as levam a efeito (mordomos) .
Justiça seja feita,este ano, a presença do rancho tradicional de Cinfães veio encher o lugar de um ambiente de cultura,e de festa bem tradicional, ao qual não conseguimos ser indiferentes,só foi pena não ter sido possível a sua actuação em horário mais "nobre" pois à hora que actuaram já havia muitos visitantes desertores.
Os nossos parabéns ao Pedro, que julgamos ter sido o autor do convite ao citado rancho,e os nossos agradecimentos ao rancho por nos ter presenteado com uma excelente actuação,quanto ao discurso de apresentação do Pedro, pareceu-nos um pouco "massudo"e desconecto,ou a emoção lhe embargou a voz ou a falha do microfone resultou em nervoso "miudinho" em todo o caso, 15 valores!




www.ranchotradicionalcinfaes.com








segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Fontão Fundeiro visitado por caminhantes de Singral e Alge





Estávamos  em Julho,o dia era o décimo sétimo, e como sempre nestas paragens do interior já o "perfume" das festas e romarias se faz sentir em redor, desta feita, algum pessoal do Singral e Alge decidiu fazer uma caminhada a pé até ao Fontão Fundeiro para ver o ambiente...e eventualmente tomar um copo,era dia do Herman José actuar, mas só lá para a meia noite...o que não foi um motivo suficiente para reter o pessoal até tão tarde. Assim, demos todos uma olhadela em redor, bebeu-se algo, comeram-se umas farturas e iniciou-se o trajecto de volta , os caminhantes regressaram à boleia, pois os 9 Km da ida a pé foram suficientes para os levar à exaustão.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Frio e gelo num começo de um novo dia.

 Hoje tivemos um começo atribulado aqui no Singral,pela primeira vez fiz patinagem e ski, sem contudo estar equipado com o equipamento necessário...ou seja ,o gelo era tanto e por tudo quanto era sítio, que a dada altura dei por mim a escorregar rua abaixo como se eu próprio fosse um patim...assim que a viagem terminou apercebi-me do verdadeiro drama que nos estava a afectar,não iríamos conseguir sair daqui para o trabalho,como iria o automóvel fazer frente a esta perda de atrito?Não obstante ter tentado sair pela escapatória que rodeia o Singral rapidamente percebi que nem por aí! rendemo-nos à evidência e limitámo-nos a aguardar pelo degelo que ocorreu parcialmente por volta das 13 horas...depois de já termos avisado a entidade patronal da nossa condição de reféns do gelo.Enfim nem tudo é negativo...ainda que contrariados foi uma fuga à rotina.








quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

A "Uzo" e o abuso!

Pois é ,os tempos que correm (os da crise...) prestam-se a todos os devaneios para "sacar" mais algum, muitos não "topam" eu por acaso estou a topar que estou a ser "comido" mas que fazer?
Agora telefona-se para alguém que não tem o telefone (móvel) ligado e somos informados desse facto ," o telefone que está a tentar ligar não se encontra disponível"desligo e logo de seguida cai o saldo!!! ou seja pagamos para saber que a pessoa com quem tentamos falar tem o telefone desligado! e esta? como se chama a esta operação? mais... agora também se paga para se consultar o "voice mail" enfim são alguns dos sinais do capitalismo selvagem, e nas operações de Marketing? a minha alma fica parva com frases como estas, "Ligue grátis por apenas 3€"! É este o mundo em que vivemos.

Sem comentários...



Pé de Janeiro-Alge  a 1 de Dezembro de 2010

Momentos de cultura em Figueiró

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Pinheiros de Natal à borla

Oferta de Pinheiros de Natal no Mercado Municipal de Figueiró dos Vinhos

A Associação de Produtores Agro-florestais do Concelho de Figueiró dos Vinhos realiza no próximo sábado, dia 4 de Dezembro, no Mercado Municipal, a tradicional entrega de Pinheiros de Natal naturais.
Esta acção contribui para o espírito de Natal e para a preservação da floresta, uma vez que os pinheiros são oferecidos evitando o corte indiscriminado de árvores.


Figueiró dos Vinhos, 30 de Novembro de 2010


O Gabinete de Comunicação e Imagem
Telefone: 236 559 557 / 912 587 692

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Procura-se donos para dois filhotes de "Cocker"



Olá eu sou a "Lady" e tive estes quatro lindos filhotes, já consegui uma família de acolhimento para dois deles, mas faltam outros dois que são os do lado direito da foto, se os quiserem acolher contactem o meu "dono" para o email do Blog!  a única recompensa que desejo é que os tratem bem...eles nasceram a 22 de Outubro.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Campelo tem um novo espaço de lazer.

Estávamos em julho mais concretamente a dia 10 e eis que nos apercebemos que algo de importante se estava a passar em Campelo e lá fomos espreitar o evento.
Deparei com um ambiente bem caloroso nas instalações da antiga escola primária, que para meu espanto tinha sido reconvertida num magnifico espaço de convívio em que a recém construída piscina era o ex-libris  do complexo. Em redor pululavam pequenos grupos de convidados e público em geral que em amena cavaqueira iam saboreando os acepipes que iam aparecendo,logo que a minha presença foi notada, num gesto insistente e pleno de afabilidade fui convidado pelo Sr.Vitor Vinhas (Presidente da junta de Freguesia)a provar um dos grelhados acabadinhos de sair da grelha...
Dei uma olhadela pelo complexo (com visita guiada.)e gostei do que vi,ficando com a certeza que a sede de freguesia tinha sido valorizada com o acréscimo deste complexo que certamente irá fazer as delícias dos seus futuros utilizadores,um bom pretexto para incrementar o aparecimento de mais turistas .
De realçar também o facto de, a par com a inauguração desta piscina ter sido feita uma homenagem ao Sr.Manuel Simões Branco em que foi dado o seu nome a este espaço de lazer com a colocação da respectiva placa na parede do edifício, ainda que com a data atrasada um mês...   

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Conflitos da natureza

A minha natureza é assim,eminentemente emocional, existem momentos em que por alguma razão a emoção nos pode embargar a voz ,ou mesmo até o discernimento.
No entanto e após um longo período de reflexão e análise fria, sobre um determinado acontecimento que me provocou de algum modo, um súbito desinteresse pela continuação deste humilde "cantinho" percebi que afinal estava a trair a minha própria inteligência, e quiçá os meus atentos e inteligentes leitores. 
Assim sendo, compreendi rapidamente  que o acontecimento que me perturbou em dada altura, afinal apenas contribuiu para me engrandecer e ficar a saber ainda melhor quem são os meus amigos e os inimigos,em suma adquiri mais conhecimento, o que faz sem dúvida, que a razão da nossa existência não seja tão efémera.
Sou apenas um cidadão do mundo que gosta de exercer alguma cidadania e faço-o do modo como sei e com os meios que tenho ao alcance, não obrigo ninguém a ler estas linhas ,se o fez, foi por sua conta e risco... as "imperiais " e o "futebol" deixo-o para segundo plano, tento além do mais, ser fiel aos meus princípios e valores que me foram ensinados, e preocupo-me com a infelicidade que assalta a sociedade contemporânea .
 Não meus senhores... ,VOU CONTINUAR A ESCREVER NO MEU BLOG!!! mas atenção, que o meu tempo livre está cada vez mais escasso e a qualidade do meu trabalho poderá diminuir por esse motivo .
Vou continuar a escrever aquilo que me vai na alma,vou continuar a exercer alguma cidadania e conto com o apoio e solidariedade de todos aqueles que vierem por bem!
Por hoje limito-me a reabrir o Blog ao grande público...enquanto a imaginação e o tempo disponível não resultar em novos assuntos fica sempre a possibilidade de reverem alguma coisa! e tentarei reconstruir algumas opções que por via do encerramento deixaram de funcionar ,sejam bem-vindos e até breve.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

O final de uma longa viagem

Os invejosos,os trafulhas,os mal formados e restantes crápulas que visitavam esta tasca podem ficar descansados a partir de hoje ,O BLOG chegou ao fim!para aqueles que não fazem parte desta lista resta-me a esperança que outros com mais força e determinação continuem a sua obra para que nestes espaços de "liberdade de expressão" continue a haver assuntos que interessem aos mais bem formados a todos eles o meu muito obrigado,até sempre.

domingo, 20 de junho de 2010

José Saramago

"O homem mais sábio que conheci em toda a minha vida não sabia ler nem escrever"


                                    (José Saramago)

Feira Medieval

Fomos dar uma espreitadela à feira medieval em Castanheira de Pera, pouca gente, muito vento e...telefonemas para a corte mas o Rei não atendia...



Não destrua a natureza !

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Um dia bem passado...!

Aqui bem aconchegados nas bordas da Serra ,e não obstante o isolamento e despovoamento  que caracteriza o interior do nosso lindo pedaço à beira mar plantado...nós cá vamos sobrevivendo,mas sempre a espreitar o que se passa lá fora   ( em Lisboa...!) pois por azar até temos televisão, (analógica...) e cheia de interferências, rádio e pasme-se, Internet a 1/4 de Mb.de velocidade,mas para quê mais? nós nestas paragens não precisamos de andar depressa ,mesmo que tenhamos que visualizar algum vídeo vamos visionando aos "bochechos" que cria mais expectativa e a adrenalina sobe,  como que para compensar o facto de não estarmos entalados no trânsito citadino.Na televisão e logo de manhã levamos com as notícias frescas do dia anterior! condimentadas de quando em vez com umas reportagens do exterior pela nossa querida Helena Sousa e Silva (RTP) que coitada ,sem qualquer menosprezo pela pessoa, mas como repórter ao vivo é uma nódoa e eu a pensar que era de manhã o horário nobre... não, desculpem isso é na rádio,na televisão é para os estagiários como a Helena, acham que estou a ser muito severo? bolas nem aqui na Serra me consigo ver livre dela...hã ...hã...e mais hã, na tentativa de improvisar o discurso e como as palavras não lhe afloram à mente aí vai mais uma dúzia de HÃS ou  ÃMMMs ? nem sei como escrever para simular o som irritante daquela falta de improviso...note-se no entanto que não é o único exemplar que "bota" discurso nos meios de comunicação social massivos (para as massas,mas não alimentícias)  com este terrível defeito.Ligo o rádio e, ou ouço estilos dos que pensava eu que só existiram no tempo da pirataria,ou fico aqui no meio da serra a ser informado que o trânsito a seguir ao radar no aeroporto está congelado (desculpem ,congestionado!) chama-se a isto uma forma de promover a descentralização.
Depois de tomar o pequeno (Grande) almoço,lá me dirijo estrada fora na minha viatura,para dar o meu contributo à sociedade e ganhar uns trocos que em boa hora me apareceu para contrariar o estatuto de desempregado que envergava há já algum tempo, e não é que de vez em quando me cruzo com alguns espécimens  da fauna local o que me faz sentir de facto mais distante daquilo que ouço na rádio ou televisão.
Durante o dia, ouvi dizer que ia haver um grande acontecimento desportivo e que até os Srs. Deputados lá para baixo em Lisboa iam fazer um interregno no seu árduo labor para disfrutarem de uma sessão televisiva durante o horário de trabalho... é este o exemplo? será que depois fizeram horas extraordinárias pagas a peso de ouro e livre de impostos para porem em dia os trabalhos interrompidos?afinal , tantos feriados, tanta necessidade de produção e não chega verem em diferido no final da jorna?parece que não,tem que ser ao vivo para que as emoções fiquem sincronizadas em simultâneo,facciosismo ? não... Patriotismo !
No final do dia de trabalho e contente com os escassos euros conseguidos pelo contributo dado à comunidade,é o regresso em sentido contrário até ás "bordas" da serra na busca de algum sossego,mas,como também não sou perfeito caio na tentação e ligo a televisão para saber um pouco mais sobre o que se passa para além fronteiras (da serra...) e logo ouço insistentemente e doentiamente  falar de milhões para aqui, milhões para ali ,cortes aqui cortes acolá,e que não se corta o ordenado dos trabalhadores,de determinadas instâncias estatais porque não são cargos políticos,aí fiquei mais descansado porque não tendo eu um cargo político não iria ver o meu magro ordenado ser violentado...assim continuei a jantar com mais apetite ,mas logo o cansaço acumulado e o aumento da irrigação sanguínea do estômago me criou um estado de sonolência tal que rapidamente me desliguei da realidade e encetei uma viagem pelo mundo da fantasia, e amanhã será igual? 

Feira medieval em Castanheira de Pera

BTT em Figueiró dos Vinhos

sábado, 12 de junho de 2010

Tão difícil arranjar tão fácil estragar...

Passaram cerca de cinco dias, desde que aqui se publicou um desabafo a propósito do caminho municipal 1124 (estrada Alge Singral) e andava eu por aqui a remexer as gavetas e eis que encontrei um apontamento já com alguns meses que me foi gentilmente enviado por Tózé Lima .
Aguardava eu um momento mais adequado para o publicar, pois estava em crer que o mesmo iria ser melhorado  com o acrescentar de mais alguns dados interessantes sobre o Singral , mas como esses acrescentos tardam em chegar, o que é perfeitamente compreensível tendo em conta a intensidade e diversidade de actividades desenvolvidas pelo nosso leitor Tózé Lima  achei que neste momento e no contexto das recentes atrocidades ao referido caminho, seria oportuno dá-lo a conhecer aos nossos leitores ,independentemente de nos transportar até aos primórdios das iniciativas que tiveram lugar para se conseguir esta estrada ,também faz referência a outras iniciativas que contribuem para o conhecimento histórico deste lugarejo. 
Ainda que sob a etiqueta "elementos históricos" deste blog, já haja alguma matéria sobre o Singral, este texto que aqui acrescento da autoria deste nosso leitor será certamente mais um elemento para enriquecer este historial.



"O blog dedicado ao Singral é importante para a identidade do concelho de Figueiró dos Vinhos, e particularmente da zona serrana do norte do concelho, para além de integrar relatos da vida de uma aldeia que recusa permanecer na sombra, graças a homens e a iniciativas, que mantêm as nossas (interiorizadas) aldeias vivas, plenas de identidade e de memórias pulsantes.
Já integrei o blog do Singral («SINGRAL - Um blog rural») na colecção de links do meu blogue (http://booklandia.pt/tozemcsilva/).
Antes de abraçar a causa do património, das memórias e identidades e da história local (primeiro com uma licenciatura e agora com um mestrado, que estou a finalizar) fui topógrafo da Camara Municipal de Figueiró dos Vinhos durante 16 anos, tendo nesse ambito, palmilhado dezenas de vezes o concelho figueiroense, que conheço como ninguem e (tal como se diz) "como as palmas das minhas mãos". Conheço muito bem o Singral e toda a região de Campelo, todos os caminhos, povoações e "casais", ribeiras, etc, tendo inclusivamente feito o levantamento topográfico a povoações inteiras (Peralcovo, Alge, Pé de Janeiro, Carvalhos, Pedingote, Eiras, campelo, Campelinho, Ribeira Velha, Fontão - Cimeiro e Fundeiro- , Serrada, Poisia, Póvoa, Torgal, Carvalho da Barreira, Porto Oliveira, Singral, Vilas de Pedro...etc, etc. Observei muito bem cada uma dessas povoações e conheço pessoas em todas elas.
Gosto muito da povoação do Singral, que visitei muitas vezes, solitariamente ou com amigos que convidava para esse efeito. Nessa altura era um lugar deserto, onde reinava apenas o vento e o murmurar das ribeiras, sobretudo entre 1993 e 1995.
Um dia destes, quem sabe, talvez a gente se encontre por lá...para beber um copo e aproveito para matar saudades dessa pérola serrana.
Uma curiosidade acerca do Singral: a sua fonte foi inaugurada em 1947 e foi graças a um homem, de nome José Lourenço, comerciante em Lisboa (e acho que filho desse lugar) que a mesma foi construida, para regozijo da população do lugar e da Camara Municipal (na altura o presidente ainda era o Dr. Manuel Simões Barreiros), que assim poupou uns "cobres" ao erário público. O Singral foi das primeiras povoações campelenses a possuir abastecimento de água, por via dessa preciosa fonte. "
..."
José Lourenço, comerciante em Lisboa, foi um agente dinamizador no lugar do Singral Cimeiro (onde eu acho que o mesmo nasceu), tendo tomado algumas iniciativas objectivando a melhoria da qualidade de vida da população desta pequena aldeia, bem como acabar com o isolamento que a mesma padecia em relação à sede do concelho. Lembro que o Singral é a aldeia mais distante em relação à vila de Figueiró dos Vinhos.

Assim, em Novembro de 1945, presidiu a uma comissão que formou, a fim de encetar esforços junto do então Presidente da Câmara Dr. Manuel Simões Barreiros, para a construção da estrada Alge-Singral.
Em Abril de 1947, através da Camara Municipal, conseguiu que um engenheiro viesse de Coimbra, de nome Lemos, e partisse para aquele lugar, calcorreando a serra, (lembro também que Manuel Simões Barreiros nutria um carinho especial pela freguesia que o viu nascer) a fim de fazer o estudo para a construção da estrada.
Entretanto, continuo a investigar o apuramento da sua conclusão, tanto nos livros de “actas” da Câmara como na Imprensa local da época. Prometo que darei noticia nesse sentido.
Quanto ao abastecimento de água: a primeira fonte da aldeia foi construída durante o 1º semestre do ano de 1947, graças também a iniciativa deste benemérito José Lourenço, para regozijo da população do lugar e da Câmara Municipal, que assim poupava uns "cobres" ao erário público. O Singral foi das primeiras povoações campelenses a possuir um pré-abastecimento de água, por via dessa preciosa fonte.
Todavia, em 21 de Julho de 1963, pelas 12 horas, era inaugurado oficialmente o “abastecimento” de água ao lugar do Singral, levado a cabo por iniciativa da Câmara Municipal, que se fez representar nessa inauguração e que culminou em festa rija abrilhantada pelo Rancho Folclórico da Lousã.
Isto é, entre 1947 e 1963, a povoação do Singral Cimeiro teve a sorte de desfrutar de uma fonte graças à iniciativa de um particular, uma vez que tais obras pesavam no erário público, mercê da falta de fontanários em muitas aldeias espalhadas de norte a sul do concelho Figueiroense. Muitos lugares só possuíram “abastecimento” de água regular (através de fontanários) no desenrolar da década de 50 ou 60, com fontanários eficazmente canalizados e ligados a fontes de água mais encorpadas."

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Castanheira de Pera sem fios...


...e sem serviço!
Já aqui fiz referência a este serviço público, que a Câmara de Castanheira de Pera nos oferece, não obstante ser uma oferta meritória ,e em que muitos cidadãos já se apoiavam, convém no entanto não esquecer que mais vale sê-lo do que parecê-lo !
Se até aqui, o serviço público de Internet que este sistema nos oferecia era de má qualidade porque estava sempre com falhas e dificuldades de acesso recorrentes,agora é pior,há mais de uma semana que as falhas se tornaram permanentes!
Não sabemos se o projecto faliu ou se é apenas uma falha para poupar dinheiro,ou até quem sabe, apenas um teste à impaciência de quem dele usufruía mas sejam quais forem os motivos penso que seria de bom tom afixar em algum lado visível no Concelho,(ex. por baixo do painel a anunciar a existência deste) uma informação sobre o futuro deste serviço.