Singral Cimeiro - Campelo (Figueiró dos Vinhos) - (Latitude 40.0408) (Longitude 8.23927) Altitude 673 Mts. -

terça-feira, 6 de março de 2018

Aqueles cujas suas decisões matam...

Fico perplexo com quão néscias algumas pessoas se revelam quando sugiro meios alternativos de radiocomunicação dos serviços de emergência com as populações, e me vêm argumentar com chamadas falsas, como se com telemóveis tal não acontecesse! Não tenho sequer unidade de medida para tão imensurável “energumencia”. Deixa-me ainda perfeitamente siderado, quando alguns licenciados em protecção civil responsáveis por serviços municipais de protecção civil, alguns deles oriundos da estrutura vermelha, resistem à implementação de redes alternativas de comunicação com o cidadão. Não me merecem respeito aqueles que, por improficuidade do seu discernimento ousam colocar em risco vidas humanas. Há muito deixei de ter paciência para os recorrentes despautérios que aqui e ali vou ouvindo, e para a inércia e inépcia que aqui e ali vou observando. Tenho dificuldade em lidar com aqueles que tendo o poder da decisão optam por não dotar os serviços daquilo que responda às necessidades do cidadão e da população. Que ira, que repulsa, que abomináveis seres, já não basta o facto de sermos uma sociedade sem cultura de segurança e sem valores no que à protecção civil e socorro é atinente, e ainda temos o reflexo desse facto naqueles que deveriam contribuir para mudar esta realidade, uma desilusão! Preferem deixar morrer a admitir o erro, estão-se nas tintas para as vidas humanas, mas ainda assim apregoam "vida por vida", só se for ceifada!

Texto retirado de :http://joaosaraiva112.blogspot.pt/2018/03/aqueles-cujas-suas-decisoes-matam.html

------*-------
(E eu que o diga...pois recentemente numa sessão de esclarecimento promovida pelo município local,senti exactamente o mesmo quando questionei um dos responsáveis se havia comunicações alternativas (rede estratégica por exemplo) e o resultado foi mais ou menos, " para quê? temos o SIRESP, blá blá blá " , para não dizer mais nada fico-me por aqui.,José Farinha)

quinta-feira, 1 de março de 2018

Em Castanheira de Pera, Iniciativa solidária CONFAGRI - UGT




Vale a pena ler...

                 VALE A PENA LER !




Linha SOS Ambiente e território


ZIF de Campelo avisa!


Restaurante "Viveiro das Trutas" um novo desenrolar...

Continuando o seu caminho tortuoso,mais uma vez este espaço está à procura de quem o valorize ,desta vez com ainda mais exigências, o próximo locatário terá que dar "corda aos sapatos" pois o seu mais recente passado só veio dificultar ainda mais o seu sucesso,o futuro nos dirá...


         "Atribuição Do Direito De Exploração Do Bar Do Viveiro De Trutas De Campelo"
                                                       (Concurso Público)
                  Consulte aqui o anúncio na página do Município !



                                                         Anúncio do Concurso

                                                         Programa do Concurso

                                                         Caderno de Encargos

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

A entrevista que ainda ninguém fez aos serviços Municipais de Protecção Civil,dos Concelhos afectados pelos fogos...

A entrevista que ainda ninguém fez aos serviços municipais de protecção civil dos concelhos afectados pelos incêndios em 2017, o que mudou desde então?
1. Funcionam 24horas por dia todos os dias do ano?
2. Fazem acompanhamento permanente de riscos colectivos?
3. Quantos licenciados em protecção civil, e outros técnicos superiores possuem?
4. Fazem monitorização permanente da informação meteorológica no concelho?
5. Nos concelhos de menor dimensão, uniram-se em comunidades intermunicipais de protecção civil?
6. Quantos técnicos operacionais possuem e com que valências técnicas?
7. Quantos veículos possuem e com que funções?
8. Possuem rede de radiocomunicações municipal ou intermunicipal?
9. Possuem todas as viaturas equipadas com rádio da Rede Estratégica de Protecção Civil (REPC)?
10. Todas as juntas de freguesia estão equipadas com rádio da REPC?
11. As juntas de freguesia, e a sala de operações municipal possuem rádio CB 27MHz e PMR446 para comunicar com a população?
12. Que sistemas de aviso à população colocam ao dispor (SMS, Difusão Celular, Rádio Local, TV, redes sociais,…)?
13. Possuem Unidades Locais de Protecção Civil (ULPC), com voluntários formados para a prevenção e intervenção em todos os riscos colectivos?
14. Quantos voluntários possuem as suas ULPC?
15. Que equipamentos foram disponibilizados a cada ULPC?
16. As ULPC possuem meios de comunicação REPC e bandas cidadãs?
17. Foi disponibilizada formação sobre riscos colectivos em protecção civil, socorrismo, prevenção e primeira intervenção contra incêndios, e operação rádio, bem como inerentes equipamentos às aldeias mais isoladas que possuam pessoas capazes de operar esses equipamentos?
18. Foram disponibilizados rádios CB e PMR446 às aldeias?
19. Foram disponibilizadas mangueiras, agulhetas, chaves de boca de incêndios, reservatórios de água, motobombas, às aldeias que careçam desse equipamento para sua autoprotecção?
20. Foram identificados ou construídos abrigos seguros e/ou pontos de encontro para situações de incêndio, tornado, e outros riscos?
21. Possuem planos de emergência actualizados e contendo a inventariação de recursos e carências?
22. Os planos de emergência foram difundidos por toda a população?
23. Todas as vilas, aldeias, e bairros têm plano de auto-evacuação da população, que considere a evacuação das pessoas com necessidades especiais?
24. Existe sinalética de protecção civil nos pequenos e grandes aglomerados populacionais?
25. Existe plano de exercício anual envolvendo toda a população?
26. Existe plano anual de manutenção das competências das pessoas, e operacionalidade dos equipamentos?
27. O SMPC possui Equipas de Reconhecimento e Avaliação de Situação com formação, e capazes de encaminhar aos locais de sinistro as equipas de socorro vindas de fora da zona que não conheçam o território em causa?
28. O SMPC possui inventário de recursos para dar a primeira resposta social, nomeadamente de alojamento temporários, e acesso a bens de primeira necessidade, a desalojados?
29. Foram formadas equipas de voluntários de intervenção social em cenários de protecção civil?
30. As entidades que disponibilizam apoio social e humanitário, bem como as demais que possam concorrer para fins de protecção civil, estão dotadas de rádio da REPC?
31. Os SMPC possuem ligação permanente aos radioamadores, e protocolo de articulação em cenários de acidente grave ou catástrofe?

Fonte: (Aprosoc-Associação de protecção e socorro)

Sessão de esclarecimento em Campelo cancelada!


Estou a pensar nisto...,afinal muitos de nós aqui pelo burgo fizemos o que pudemos para estar-mos presentes nesta importante sessão de esclarecimento,e sabem que mais? às 17:40 horas chegou o sr. presidente de junta com a fantástica notícia que a sessão tinha sido cancelada !!! assim mesmo, eu por exemplo cheguei a prevaricar limites de velocidade para estar a horas na dita,outros ainda vieram de Lisboa (cerca de 230Km.) e foram embora sem perceber muito bem o porquê,aparentemente não havia agentes do SEPNA disponíveis...e esta hem ? bom, mas nem tudo é mau o governo está a preparar um sistema de alerta para catástrofes,onde se incluem os incêndios através de SMS (serviço de mensagens curtas) sim, através de telemóveis! não obstante a iniciativa parecer meritória,aqui no interior,para o caso dos Citadinos me estarem a ler, existe muita gente sem telemóveis,porque também existem muitos locais sem cobertura,e ainda alguns que os têm nem as SMS sabem ler,não acreditam? pois é,e se as antenas arderem? conforme foi noticiado por exemplo nos fogos de Junho? como vão as SMS chegar? Não estou particularmente optimista em relação a possíveis eventos neste verão que se aproxima,mas aguardo com uma receosa expectativa...a "lenha" continua a rodear-me,pois até sou lambido pelas copas das árvores quando circulo na estrada de acesso ao lugarejo onde habito...