Singral Cimeiro - Campelo (Figueiró dos Vinhos) - (Latitude 40.0408) (Longitude 8.23927) Altitude 673 Mts. -

terça-feira, 30 de setembro de 2008

O Singral já tem água nas torneiras...

É verdade, ontem ao final do dia, quando regressei a casa ,verifiquei que os técnicos da Câmara Municipal já tinham conseguido resolver a questão da captação de água,um bem haja pelo esforço e dedicação demonstrado, aguardemos por alguma chuva para melhorar o caudal da ribeira.


Aspecto do actual caudal da ribeira,como se pode verificar o nível da água mal chega ao tubo de captação...

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

A Língua Portuguesa e o acordo ortográfico.

Hoje de manhã nas notícias matinais, ouvi dizer que o acordo ortográfico entre Portugal e Brasil vai entrar oficialmente em vigor dentro de poucos dias... eu não sou exemplo, pois até dou muitos erros,mas tento tanto quanto possível manter-me fiel aquilo que aprendi,e uma dessas coisas é que a língua vai sendo feita pelo povo e não em bastidores pelos "catedráticos" ,também aprendi que é mais fácil aprender uma coisa nova do que desaprender uma já adquirida,enfim ,não vou de fato aceitar isto pacificamente e não irei de fato vestir este novo fato!eu recuso-me! irei de facto continuar assim.Alguém sabe de acordos ortográficos entre a Inglaterra e EUA e África do Sul e Austrália e Nova Zelândia etc etc ?
Bom deixemo-nos de dissertações de baixo nível, e apreciem já agora, e em jeito de complemento à nossa língua, um texto que me foi enviado pela leitora Maria Eduarda Campos e faça um esforço, para não se rir até ao final da leitura do mesmo...

"

Será este o futuro da Língua Pátria?


Texto (verídico) retirado de uma prova livre de Língua Portuguesa, realizada por um aluno do 9º ano, numa Escola Secundária das Caldas da Rainha (para ler, estarrecer e reflectir...!!!)


REDAXÃO
'O PIPOL E A ESCOLA'
Eu axo q os alunos n devem d xumbar qd n vam á escola. Pq o aluno tb tem
Direitos e se n vai á escola latrá os seus motivos pq isto tb é perciso ver q
á razões qd um aluno não vai á escola. Primeiros a peçoa n se sente motivada
Pq axa q a escola e a iducação estam uma beca sobre alurizadas.
Valáver, o q é q intereça a um bacano se o quelima de trásosmontes é munto
Montanhoso? Ou se a ecuação é exdruxula ou alcalina? Ou cuantas estrofes tem
Um cuadrado? Ou se um angulo é paleolitico ou espongiforme? Hã?

E ópois os setores ainda xutam preguntas parvas tipo cuantos cantos tem 'os
Lesiades''s, q é um livro xato e q n foi escrevido c/ palavras normais mas q no
Aspequeto é como outro qq e só pode ter 4 cantos comós outros, daaaah.

Ás veses o pipol ainda tenta tar cos abanos em on, mas os bitaites dos profes
até dam gomitos e a Malta re-sentesse, outro dia um arrotou q os jovens n tem
Abitos de leitura e q a Malta n sabemos ler nem escrever e a sorte do gimbras
Foi q ele h-xoce bué da rapido e só o 'garra de lin-chao' é q conceguiu
Assertar lhe com um sapato. Atão agora aviamos de ler tudo qt é livro desde o
Camóes até á idade média e por aí fora, qués ver???

O pipol tem é q aprender cenas q intressam como na minha escola q á um curço
De otelaria e a Malta aprendemos a faser lã pereias e ovos mois e piças de
Xicolate q são assim tipo as pecialidades da rejião e ópois pudemos ganhar um
Gravetame do camandro. Ah poizé. Tarei a inzajerar?

Falta de água no Singral

O mês de Outubro, caracterizado pela altura do ano em que as reservas hídricas atingem o seu mínimo e em que o período mais chuvoso se inicia, representa o início de um novo ano hidrológico. Aqui no Singral esta situação está a atingir níveis nunca antes verificados, de acordo com relatos de gente que cá nasceu,a ribeira nunca teve tão pouca água...

Foi em julho de 2006 que a Cãmara Municipal nos acudiu ,optimizando a captação de água que nos abastece a partir da ribeira do Singral, sem dúvida que esta obra veio dar um valioso contributo a esta situação e até hoje as coisas tem corrido mais ou menos bem,acontece porém que o caudal da ribeira tem decrescido de uma forma assustadora atingindo os níveis mais baixos de sempre .Agora a água não chega ao nível necessário para a bomba a trazer para o depósito e ficou a trabalhar demasiado tempo em seco... resultado queimou! e desde sexta feira passada que os habitantes do Singral não tem água nas torneiras...verdade se diga que o pessoal da Câmara anda no local a ver o que se pode fazer,mas penso que esta situação precisa de um estudo mais aprofundado ou de uma captação optimizada ao pormenor da gota de água...vamos aguardar pacientemente pelo desenrolar da situação,enquanto isso vamos andando com os garrafões ás costas.

Canil Municipal

Sei que, por dificuldades diversas ,o Canil Municipal do nosso Concelho ainda é uma visão...sabendo-se que existe uma parceria intermunicipal para resolver esta questão entre Castanheira de Pera,Figueiró dos Vinhos e Pedrogão Grande espero que as coisas estejam a rolar de feição para que rápidamente nos possamos socorrer desta estrutura prevista na lei ,e que de uma vez por todas, locais como Alge deixem de ser uma espécie de canil ao ar livre...em que alguns por pena vão alimentando os "abandonados" criando uma situação difícil de controlar, pois o controle de natalidade a estes animais não foi implementado!
clique aqui e veja um exemplo!

"Convívio" em festa.

Mais detalhes surgirão em breve, mas para já,fica em antecipação, que no próximo dia 1 de Novembro aquando da celebração do seu 25º aniversário, a colectividade o "Convívio" em Campelo,irá ter um dia repleto com muita animação musical e gastronomia fornecida pela conceituada unidade de restauração "O viveiro das trutas".

Iluminação pública em Campelo

Não posso deixar de referir, que é com alguma estranheza que tenho verificado desde alguns dias a esta parte,o facto de as luzes públicas de Campelo se encontrarem acesas durante o dia...(?).
Então, depois de um reparo sobre alguns apagões públicos nesta vila ,agora como que para compensar não se desligam..será avaria do sensor fotoeléctrico ou apenas uma maneira de compensar as falhas anteriores? Vamos lá, a energia está cara e reparar a avaria provávelmente será mais barato do que o custo da energia gasta nas horas em que não é precisa!

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Associação Cultural e Recreativa de Campelo "O Convívio"

Já um pouco atrasado, mas ainda assim, julgo que é oportuno, aqui fica a lista dos novos corpos sociais desta associação, na sequência da assembleia geral extraordinária a 26 de Julho de 2008.


Assembleia Geral:
Presidente - Dr.Carlos A.D.Santos Lopes
Vice Presidente - Victor Manuel Vinhas Abreu
1ºSecretário - Eng.Jorge Manuel Henriques Martins
2º Secretário - Eng.Paulo Manuel Rosa Loja

Direcção :
Presidente - D.Otalinda Mendes C.Matos Coimbra
Vice Presidente - Manuel Simões Branco
Tesoureiro - Manuel Loja Nunes
1ºSecretário - Nuno M.M.Matos Coimbra
2ºSecretário - Aurélio Loja
1ºVogal - Victor Manuel Loja Rodrigues
2ºVogal - Ângelo Pinho Brandão
1ºVogal suplente- D.Maria Benedita V. Rosa Loja
2ºVogal suplente- Manuel Carlos Correia Martins

Conselho Fiscal:
Presidente - Aurelindo Neto Lopes
Secretário - D.Rita Lopes
Relator - Aires F.Ferreira Teodósio

A justiça em Portugal...

Já a algum tempo a esta parte,tenho vindo a sentir a necessidade de escrever algo, para desabafar o quanto estou indignado e descontente, com a justiça Portuguesa, mas depois de ter lido este texto que transcrevo aqui para os meus leitores ,fiquei desarmado... porque na essência ela fez minhas as suas palavras ...



"
A justiça portuguesa não é apenas cega, é surda, muda, coxa e marreca
.

Portugal tem um défice de responsabilidade civil, criminal e moral muito maior do que o seu défice financeiro, e nenhum português se preocupa com isso apesar de pagar os custos da morosidade, do secretismo, do encobrimento, do compadrio e da corrupção. Os portugueses, na sua infinita e pacata desordem existencial, acham tudo "normal" e encolhem os ombros.

Por uma vez gostava que em Portugal alguma coisa tivesse um fim, ponto final, assunto arrumado. Não se fala mais nisso. Vivemos no país mais inconclusivo do mundo, em permanente agitação sobre tudo e sem concluir nada.

Desde os Templários e as obras de Santa Engrácia, que se sabe que, nada acaba em Portugal, nada é levado às últimas consequências, nada é definitivo e tudo é improvisado, temporário, desenrascado.

Da morte de Francisco Sá Carneiro e do eterno mistério que a rodeia, foi crime, não foi crime, ao desaparecimento de Madeleine McCann ou ao caso Casa Pia, sabemos de antemão que nunca saberemos o fim destas histórias, nem o que verdadeiramente se passou nem quem são os criminosos ou quantos crimes houve.

Tudo a que temos direito são informações caídas a conta-gotas, pedaços de enigma, peças do quebra-cabeças. E habituámo-nos a prescindir de apurar a verdade porque intimamente achamos que não saber o final da história é uma coisa normal em Portugal e que este é um país onde as coisas importantes são "abafadas", como se vivêssemos ainda em ditadura.

E os novos códigos Penal e de Processo Penal em nada vão mudar este estado de coisas. Apesar dos jornais e das televisões, dos blogs, dos computadores e da Internet, apesar de termos acesso em tempo real ao maior número de notícias de sempre, continuamos sem saber nada, e esperando nunca vir a saber com toda a naturalidade.

Do caso Portucale à Operação Furacão, da compra dos submarinos às escutas ao primeiro-ministro, do caso da Universidade Independente ao caso da Universidade Moderna, do Futebol Clube do Porto ao Sport Lisboa Benfica, da corrupção dos árbitros à corrupção dos autarcas, de Fátima Felgueiras a Isaltino Morais, da Braga parques ao grande empresário Bibi, das queixas tardias de Catalina Pestana às de João
Cravinho, há por aí alguém que acredite que algum destes secretos arquivos e seus possíveis e alegados, muitos alegados crimes, acabem por ser investigados, julgados e devidamente punidos?

Vale e Azevedo pagou por todos.

Quem se lembra dos doentes infectados por acidente e negligência de Leonor Beleza com o vírus da sida?
Quem se lembra do miúdo electrocutado no semáforo e do outro afogado num parque aquático?
Quem se lembra das crianças assassinadas na Madeira e do mistério dos crimes imputados ao padre Frederico?

Quem se lembra que um dos raros condenados em Portugal, o mesmo padre Frederico, acabou a passear no Calçadão de Copacabana?
Quem se lembra do autarca alentejano queimado no seu carro e cuja cabeça foi roubada do Instituto de Medicina Legal?

Em todos estes casos, e muitos outros, menos falados e tão sombrios e enrodilhados como estes, a verdade a que tivemos direito foi nenhuma.
No caso McCann, cujos desenvolvimentos vão do escabroso ao incrível, alguém acredita que se venha a descobrir o corpo da criança ou a condenar alguém?

As últimas notícias dizem que Gerry McCann não seria pai biológico da criança, contribuindo para a confusão desta investigação em que a Polícia espalha rumores e indícios que não têm substância.
E a miúda desaparecida em Figueira? O que lhe aconteceu? E todas as crianças desaparecida antes delas, quem as procurou?
E o processo do Parque, onde tantos clientes buscavam prostitutos, alguns menores, onde tanta gente "importante" estava envolvida, o que aconteceu?
Arranjou-se um bode expiatório, foi o que aconteceu.

E as famosas fotografias de Teresa Costa Macedo? Aquelas em que ela reconheceu imensa gente "importante", jogadores de futebol, milionários, políticos, onde estão? Foram destruídas? Quem as destruiu e porquê?

E os crimes de evasão fiscal de Artur Albarran mais os negócios escuros do grupo Carlyle do senhor Carlucci em Portugal, onde é que isso pára? O mesmo grupo Carlyle onde labora o ex-ministro Martins da Cruz, apeado por causa de um pequeno crime sem importância, o da cunha para a sua filha.

E aquele médico do Hospital de Santa Maria, suspeito de ter assassinado doentes por negligência? Exerce medicina?

E os que sobram e todos os dias vão praticando os seus crimes de colarinho branco sabendo que a justiça portuguesa não é apenas cega, é surda, muda, coxa e marreca.

Passado o prazo da intriga e do sensacionalismo, todos estes casos são arquivados nas gavetas das nossas consciências e condenados ao esquecimento.
Ninguém quer saber a verdade. Ou, pelo menos, tentar saber a verdade.

Nunca saberemos a verdade sobre o caso Casa Pia, nem saberemos quem eram as redes e os "senhores importantes" que abusaram, abusam e abusarão de crianças em Portugal, sejam rapazes ou raparigas, visto que os abusos sobre meninas ficaram sempre na sombra.

Existe em Portugal uma camada subterrânea de segredos e injustiças , de protecções e lavagens , de corporações e famílias , de eminências e reputações, de dinheiros e negociações que impede a escavação da verdade.

Este é o maior fracasso da democracia portuguesa.


Clara Ferreira Alves - "Expresso"

domingo, 21 de setembro de 2008

Assembleia de Freguesia de Campelo (Resumo)

Teve ontem lugar a 3ª reunião ordinária de 2008 da Assembleia de freguesia de Campelo,em que todos os elementos constituintes desta assembleia estiveram presentes,do lado do público, esteve apenas presente uma pessoa...
Foram feitas as apreciações sobre a prossecução do plano de actividades da junta para o ano de 2008 ,não tendo havido nenhuma contestação .
Destacaria entre as várias obras realizadas pela junta ,a construção de um muro no estaleiro da mesma,reparação de calçada em Ponte Fundeira,beneficiação de nascente da “Molhadinha” e ainda a electrificação da zona das traseiras da Junta de Freguesia e colocação de sistema de alarme (anti-roubo)nas instalações da mesma.
No decurso da reunião, emergiram várias preocupações, as quais serão o mote para a marcação de uma reunião extraordinária em data a anunciar para debater as mesmas, e se possível com a presença do Sr. Presidente da Câmara Municipal.
A propósito do recente acordo, envolvendo a infraestrutura do viveiro das trutas realizado pela Câmara Municipal ,nesta assembleia sentiu-se a necessidade de se saber o ponto da situação deste acordo,assunto este que irá ser abordado na próxima reunião atrás mencionada, outra das preocupações referidas foi a necessidade de se fazer o reforço da iluminação pública em Campelo,deficiência já detectada há vários anos e que continua sem resolução,de vez em quando Campelo fica ás escuras...
Como projectos para o futuro,destaco o projecto de construção do parque de campismo ,associado á dinamização e requalificação da praia fluvial de Campelo á semelhança de Ana de Aviz e Fragas de S.Simão não se entendendo o porquê deste desinteresse por parte da Câmara Municipal,em suma ficou bem patente que Campelo tem que sair da letargia em que tem vivido e que terá que ser feita uma aposta na componente turística e criar polos de atracção, enfim “ tem que se fazer uma aposta em algum lado” .
Para finalizar esta síntese destacaria ainda o facto de o Sr. Presidente da Junta me ter dado conhecimento que também se decidiu a escrever uma carta a E.P.(Estradas de Portugal) pedindo explicações aos recentes desaforos cometidos por esta entidade á sinalização na N347 ao Km 66,5 no acesso para Alge,Pé de Janeiro,Carvalhos,Singral,Cearas ,assunto este, já denunciado por este blog mas ainda sem uma cabal explicação por parte de E.P. e que continua a não responder aos mails por mim enviados .

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Dia Mundial do Coração

Celebra-se no próximo dia 28, no Concelho de Figueiró dos Vinhos o dia Mundial do Coração com as iniciativas que constam do cartaz anexo.


Rallye- Centro de Portugal

Para os amantes desta modalidade,informo, que amanhã o Rallye passará por Campelo,estejam atentos...


Assembleia de Freguesia de Campelo

Atenção fregueses,a terceira reunião ordinária da assembleia de freguesia de Campelo,realiza-se já amanhã pelas 11h e 30 min. na sede da Junta de Freguesia, não falte!

domingo, 14 de setembro de 2008

Fontão Fundeiro"invade" o Singral!



Estava eu muito tranquilamente, tratando de algumas tarefas no Singral, quando de súbito comecei a ouvir o "rosnar" de vários motores rasgando o vale circundante, provocando vários ecos dando a nítida idéia de uma grande invasão motorizada...e assim foi,desde mini motos, até ás mais potentes "motos4" não esquecendo as de tipo "pasteleira" rápidamente o largo da Capela ficou "inundado" com estas presenças alegres e amistosas que disfrutavam de um passeio motorizado ao ar livre desde o Fontão Fundeiro... Em ambiente de grande euforia e alegria, ainda me presentearam com uma actuação ao vivo de acordeão e versos de improviso,muitos não conheciam o Singral e esta foi uma boa razão para a incursão. Na impossibilidade de lhes servir alguns refrescos e ou café, convidei-os a descerem até ao "Penico" (Alge) para aí se deterem um pouco mais, enchendo de alegria e surpresa os poucos sócios que por lá estavam,a Hermínia ,essa, lá conseguiu desenvencilhar-se com rapidez no atendimento do magote! Fiquei a saber que o amigo do meu genro o "Cavaleiro" não estava presente,razões que se prenderam com compromissos profissionais,pois foi-me comentado que teria tido imenso prazer em participar...
VEJA O ÁLBUM DE FOTOS!

Lugar de Alge

Afinal o lugar de Alge já tem um Blog desde 2007! para os leitores que lá quiserem ir aqui fica o convite . Clique aqui!

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Peralcovo


Alguém corajoso, se decidiu a publicar elementos muito interessantes sobre Peralcovo, eu já o tinha pensado, mas faltavam-me os "ingredientes", para aqueles que quiserem saber um pouco mais sobre este "lugarejo" já aqui tenho o Link para esse sítio em "As minhas sugestões",e parabéns á "Gazeta" ...(?).

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Evento religioso em Alge



Realizou-se esta manhã, com início ás 10,30h uma missa na Capela de Alge por alma dos ente queridos dos intervenientes,a missa contou com cerca de 20 participantes o que provocou por parte do Sr.Padre um comentário no final da mesma ,referindo que lhe fez lembrar os tempos antigos em que as missas cíclicas eram frequentes e sempre com a Capela cheia...